Currículo

Resumiu a sua vida e o seu "percurso" em três linhas, abreviou-a em poucas palavras, e que, ainda assim, lhe pareceram sobejar. Não adiantava tossir nem mugir, fazer auto-retratos sem bexigas, venerar a sua sombra alongada pelo Sol baixo do crepúsculo. Três linhas bastavam como apresentação, as mesmas linhas breves com que a morte se cosia.

Sem comentários:

Enviar um comentário

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...