Declarações finais

1

«O meu cliente é culpado? Sim! Cometeu o crime de que o acusam? Sim, sem dúvida! Mas é culpado e cometeu o crime com toda a inocência de uma criança que brinca com armas de plástico!"
2
Lido depois
«Sou o produto acabado de um produto acabado. Vim, vivi, fugi».
3
«Como advogado mas, sobretudo, como vosso amigo, peço-vos que dêem um tempo antes de avançarmos para o divórcio. Estou convencido que vocês ainda se podem entender, mesmo com a ordem de restrição que cada um activou contra o outro»
4
«Foi um bom homem, honesto, religioso, trabalhador, amigo do seu amigo, sempre pronto a ajudar, mesmo quando não precisavam da sua ajuda. Como médico, só me arrependo de não o ter avisado que também se podia morrer de tédio»




Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue