Autobiográfico

Sempre fui um zero à esquerda na prática do futebol, tenho dois pés esquerdos, e quadrados, com tendência para sofrer tendinites. O mais próximo que consegui estar do virtuosismo de um avançado, foi ter dado um pontapé-na-bicicleta.

Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue