Em-trevas



- Queres alguma coisa da rua?
- Traz-me um dia de Sol, e a brisa complacente das tardes de Abril, traz-me flores ou a imagem das flores na tua retina, o cheiro do húmus nos teus dedos, o sabor das laranjas nos teus lábios.
- E da rua? Fizeste a lista das compras?
- Está aí aos pés da cama, ao lado da cadeira de rodas...
- Então vou...não precisas de ir à casa-de-banho nem nada? Ficas bem?
- Fico...se souber que me trazes o que te pedi primeiro!

Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue