INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página

biografia breve

Quando era pequeno, gostava de imaginar que era um faquir, cravando no seu próprio corpo lâminas e agulhas, ou a fingir que dormia numa cama de pregos quando se deitava no tapete de cerdas rijas. As opções e os acasos da vida fizeram dele um seringuir.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Amor

O seu amor é feito de vidros que cortam, isso era tudo o que sabia dizer e que poderia até ambicionar dizer-lhe se surtisse a ocasião ou...